3ª LUZ - HANUKAH BETLEHEM

 

 

A famosa frase de Hanukah "NES GADOL HAYAH SHAM" - (Houve um grande Milagre lá), nos lembra a razão pela qual esta celebração se iniciou há mais de dois mil cento e cinquenta anos atrás.

 

Alguns não creem em Milagres, e acham que tudo é consequência das ações dos homens, ou do acaso, e portanto absolutamente justificáveis e compreensíveis lógica e/ou cientificamente.

 

Outros acreditam que Milagres se dão absolutamente pela Vontade de Deus e que não há qualquer participação humana, pois se houvesse não seria Milagre.

 

Penso eu que Milagres são sempre SOBRENATURAIS!

 

E se são SOBRE-NATURAIS é porque ocorrem numa dimensão que está SOBRE o natural, e que há de manifestar-se (para ser MILAGRE), no NATURAL!

 

Para muitos judeus, (imagino), o grande Milagre celebrado em Hanukah, foi a família de um Sacerdote ter se levantado contra o governo estrangeiro e opressor e ter logrado êxito.

 

Para outros o fato de um Sacerdote ter se inflamado a tal ponto de começar a revolta, foi uma ação de Deus, um zelo pelo Eterno e por sua Santidade que poderia vir sobre qualquer um, mas, veio justamente sobre aquele que Deus quis usar para promover aquela grande conquista.

 

É sempre assim! Alguns quando vão comer agradecem a Deus pelo alimento que está sobre sua mesa (e quem os ouve agradecer pode achar que o alimento apareceu ali... do nada).

 

Outros, só comem, (não agradecem), entendendo que o alimento está ali porque trabalharam e conquistaram aquele suprimento.

 

As pessoas que oram realmente por gratidão a Deus, não por um rito ou obrigação, mas, porque reconhecem que a força, a inteligência, a capacidade de estudar, a porta do trabalho, a sabedoria para exerce-lo, tudo veio de Deus e por isso são gratos.

 

Num dia 25 do nono mês, dia em que Antíocus ordenava sacrifícios aos seus falsos deuses, foi o dia em que o Altar de Jerusalém, foi reconstruído e consagrado para que sacrifícios puros fossem oferecidos ao nosso Deus. QUE MILAGRE!

 

Quantos Milagres! Um grupo de SACERDOTES, homens de oração, homens dedicados ao culto, aos sacrifícios ao nosso Deus. Dedicados às pessoas, dedicados à adoração, estes homens pegaram em espadas, conclamaram o povo, dirigiram um exército de guerrilha, treinaram pessoas do povo e tomaram Jerusalém.

 

É sabido que Antíocus sofria levantes em vários lugares de seu vasto império e isso permitiu que a Revolta dos Macabeus não fosse resistida com todo o poder bélico do Governador Seleucida... UM MILAGRE!

 

Celebramos a força dos homens, a astúcia dos Macabeus? Não! Celebramos e celebraremos A Bondade do Nosso Deus, pois está escrito: 

 

Sl. 115: 16 - "Os céus são os céus do ETERNO, mas a terra, deu-a Ele aos filhos dos homens."

 

SOBRENATURAL

 

Há coisas que nós teremos de fazer sempre. O que nós temos de fazer, Deus não fará! "...a Fé sem obras é morta" (Tiago 2: 26) - Há coisas porém, que não podemos fazer, que está além do nosso alcance, que por uma ou outra razão perdemos a oportunidade de fazer, mas, cremos, dependemos, confiamos, invocamos, esperamos Nele, e então, outras pessoas surgem e nos socorrem, o que não imaginávamos acontece, coisas que não conseguimos compreender se manifestam, a ordem natural das coisas se inverte... MILAGRES!

 

Se celebrássemos apenas a retomada de Jerusalém e a Purificação do Templo, alguém poderia pensar que na verdade nossa celebração se faz pela coragem dos Macabeus e quem se sentir melhor achando que houve alguma influência divina pode pensar assim, mas, ali houve uma conquista de pessoas que lutavam por sua terra e por isso, lutaram tão aguerridamente...

 

Mas, o Milagre de Hanuká, que celebramos, não foi a conquista dos valentes, mas, a MULTIPLICAÇÃO DO AZEITE DA MENORAH...

 

Foi achado apenas um frasco contendo azeite que poderia deixar a Menorah* acesa por um dia e era preciso de pelo menos 7 dias, para que mais azeite fosse produzido, purificado e trazido desde a região da Galiléia para ser usado segundo a ordem do Templo.

 

Os sacerdotes acenderam a Menorah com o azeite que acharam enquanto isso um destacamento foi enviado para que mais azeite fosse produzido segundo a ordem estabelecida por Deus para o azeite puro e santo.

 

O milagre foi que a Menorah manteve-se acesa por 7 dias, até que no oitavo entardecer já se tinha azeite novo e consagrado a Deus para o serviço.

 

Será que erraram na conta e colocaram mais azeite do que podia? Será que essa história é verdade? O que será que ocorreu?

 

Ou você gasta seu tempo pensando nisso e se realmente houve multiplicação de pães e peixes; se realmente todas as manhãs aparecia o Manah na porta das pessoas; se realmente Ananias, Misael e Azarias foram lançados na fornalha ardente e saíram de lá sem sequer cheiro de fumaça em suas vestes... Ou você crê!

 

E se você crer, também saberá que Deus que fez Milagres lá, faz Milagres hoje! Aqui.

 

Os Céus continuam sendo do Eterno, mas, esta Terra, nesta geração nos pertence e portanto façamos o que nos vier a mão para fazer, sejamos esforçados e valentes; VAMOS PRA CIMA!

 

Vamos agir e orar e confiar que sobre o nosso natural, Virá O SOBRENATURAL de Deus.

 

O que é grande demais para Deus?

O que é longe para Deus?

O que é caro para Deus?

 

O nosso Deus é o Deus dos impossíveis!!!!!

 

HOUVE UM GRANDE MILAGRE LÁ!

HÁ GRANDES MILAGRES OCORRENDO AQUI!!!! VIVA!!!!!!

 

NES - MILAGRE / NISSIM - MILAGRES

 

 

* Menorah - Candelabro de 7 Braços que ficava no Lugar Santo dento do Beit Hamikdash (Templo em Jerusalém).

 

 

Please reload

Destaques

Da Apatia para o Zelo - O CAMINHO DA RESTAURAÇÃO

1/5
Please reload

Posts mais recentes

August 16, 2018

March 18, 2018

Please reload

Pesquisa por Tags
Siga-nos
  • Facebook Classic
  • Twitter Classic
  • Google Classic